Popular Posts

domingo, 25 de abril de 2010

JOGO EM CHAMAS Benfica - Olhanense 28ª jornada



Sport Lisboa e Benfica 5 - 0 Olhanense


28ª jornada

24 - 04 - 2010




Crónica:


Estádio da Luz engalanado para uma espécie de ensaio da festa do título, com mais de 62.000 vibrantes pessoas nas bancadas, puxando e gritando bem alto pelo Benfica. Uma arrepiante entrada das equipas dava o mote que a equipa novamente bem escalada por Jesus havia de seguir durante o jogo. Weldon manteve a titularidade, e Saviola reapareceu no banco.

O Benfica entrou praticamente a ganhar no jogo, quando um lance ganho em velocidade por Weldon resultou numa grande penalidade cometida por Delson. Cardozo não perdoou, e levou a Luz ao rubro, que qual vulcão entra em erupção. Logo depois, Di Maria sofre uma falta dura do mesmo jogador, e Delson é expulso. Benfica em vantagem no marcador e contra 10 desde o minuto 8, era sinónimo de grandes problemas para os visitantes. De tal modo que, apesar da desvantagem, se preocuparam sempre em queimar tempo nas reposições da bola em jogo.

Di Maria, que assinou uma exibição fabulosa, deu mais cor à festa quando apontou o 2-0 numa jogada individual muito boa, concluída de pé direito. Não mais o Benfica largou a baliza adversária, num assédio que só não proporcionou mais golos pois alguma falta de calma no momento da finalização e sucessivos foras de jogo foram adiando a inevitável goleada.



Ao intervalo o resultado mostrava de forma apenas ténue o domínio total do Benfica na partida, domínio traduzido fielmente logo a abrir a segunda parte. Cardozo, por duas vezes, ampliou o resultado. Destaque sobretudo para o passe de Di Maria no 3º golo, verdadeiramente mágico. Um hat-trick bem a calhar, numa altura em que a disputa na tabela dos melhores marcadores do campeonato está ao rubro.

O Benfica desfrutava do jogo, brilhava a grande altura com alguns momentos de futebol geniais, e o resultado esteve sempre em risco de ser ampliado. Como fez Aimar quando apontou o 5-0, aproveitando um ressalto na área dos algarvios. Uma mão cheia de golos para responder à armadilha que a Olhanense havia montado no jogo da primeira mão.

Com o público em delírio e extraordinariamente barulhento, o jogo terminou com a quase consagração do novo campeão nacional. Falta apenas um ponto, sendo que a Naval até pode poupar o Benfica a esse trabalho.

Todos os jogadores estiveram muito bem. Se por exemplo Luisão e David Luiz quase não apareceram em jogo pela falta de trabalho, houve exibições de jogadores mais adiantados verdadeiramente fantásticas. Aimar e Cardozo muito bem, mas Di Maria... mamma mia! O melhor em campo, com distância para o segundo, assinando um golo, fazendo várias assistências e estando sempre a um ritmo alucinante em todos os momentos do desafio.

Ainda deu para o regresso aos relvados de Saviola, claramente ainda na defensiva quanto à sua condição física. Mais uma vitória gorda, expressiva, carimbando com classe e golos mais uma exibição de gala na Luz.

O título é uma questão de tempo. Se não for com perda de pontos do Braga na Figueira da Foz, tenho a certeza que chegará no Dragão. Carrega, Benfica!

Conferência de imprensa de Jorge Jesus







Resumo do jogo (com som ambiente) :




Relatos golos :

Benfica 1 - 0 Olhanense Cardozo  3m


Benfica 2 - 0 Olhanense Di Maria  18m


Benfica 3 - 0 Olhanense Cardozo  53m
http://www.box.net/shared/nm03s1s1zk

Benfica 4 - 0 Olhanense Cardozo  56m


fotos do jogo






























capas dos jornais ( aguardando )


jogo completo ( aguardando )

0 comentários:

Publicar um comentário