Popular Posts

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Análise Individual ao jogo Académica - Benfica

Análise à prestação individual dos jogadores do Benfica que participaram na vitória por 3-2 frente à Académica de Coimbra, disputado no Estádio Municipal de Coimbra.

Quim (0) - Por respeito aos leitores, abstenho-me de comentar a exibição de Quim, uma vez mais.

Fábio Coentrão (8) - Mais uma exibição da qual se deve orgulhar o jovem português, novamente a lateral esquerdo. Sempre impecável a defender, com uma raça que o torna intransponível e muito forte a jogar em antecipação. Com grande pulmão foi sempre tentando sair à máxima velocidade para o contra-ataque. Fabuloso!

Sidnei (6) - Penso que não esteve mal em acções defensivas, mas a impressão global da sua exibição não é das mais famosas. A coordenação com David Luiz falhou claramente, provavelmente por falta de rotina, e com a bola nos pés esteve algo hesitante.

David Luiz (8) - Grande exibição do prodígio, muito sereno com a braçadeira de capitão orgulhosamente exibida no seu braço, não deu grandes hipóteses aos adversários que caíram na sua zona, e foi sempre um verdadeiro motor de arranque do ataque benfiquista. E a forma como festejou longamente com os adeptos no final do jogo, é daquelas alegrias que não têm preço.

Maxi Pereira (7) - Bom jogo do uruguaio, sólido como sempre, guerreiro e dando grande segurança ao seu flanco. Novamente a fazer uma boa dupla com Ruben Amorim, que jogou mais adiantado no terreno. Dá sempre tudo, e junta a esse espírito muita qualidade.

Javi Garcia (6) - Parece-me em baixo de forma, e talvez o jogador que no onze, e excepção feita ao debilitado Cardozo, o que mais acusa cansaço nesta fase da época. Algo lento a reagir sobretudo com a bola nos pés, não mostra a objectividade que foi a sua imagem de marca durante quase toda a temporada. Eu jogaria com Airton na próxima jornada e pouparia o espanhol.

Di Maria (9) (melhor em campo) - Um jogo de contrastes do argentino, mas quanto a mim foi o jogador que mais fez a diferença. Duas jogadas monumentais do nº 20 resultaram em dois golos, e sobretudo na 2ª parte foi quase sempre ele que desequilibrou em lances ofensivos. Apareceu nos momentos chave e com momentos de enorme brilhantismo. O Ruben Amorim e o Weldon que me desculpem, mas parece-me que foi Di Maria que mais valeu os três pontos ao Benfica.

Pablo Aimar (8) - Excelente 1ª parte de Aimar, muito bem a gerir a posse de bola, a fazê-la rodar entre os colegas, a acelerar o jogo quando foi necessário. Na 2ª parte, sobretudo depois da saída de Cardozo, andou algo perdido e pareceu-me já algo cansado.

Ruben Amorim (8) - Jogador que não engana, uma boa exibição no meio campo, apesar de uma primeira parte algo intermitente. A consistência e classe que emprega no seu jogo são sempre importantes, e marcou um golo decisivo com uma finalização primorosa. É Benfica dos pés à cabeça.

Cardozo (5) - Jogo apagadíssimo de Cardozo, que nem chegou a entrar em campo quase. Fez 2/3 passes, e pouco mais, pareceu sempre afectado pela lesão contraída frente ao Sporting, e perante isto pareceu-me um erro de Jesus lançá-lo de início.

Weldon (9) - Não precisou de jogar muito com a bola nos pés para ser a grande figura do jogo a par de Di Maria. Duas oportunidades, dois golos. Decidido, rápido e muito bem a atacar a bola perante os defesas adversários, voltou a valer pontos!

Carlos Martins (7) - Entrou mal em jogo, pareceu não se compatibilizar com Aimar enquanto o argentino esteve em campo. Depois acertou mais, atirou uma bola ao poste e foi sempre importante para manter a Académica em sentido.

Kardec (7) - Boa entrada em jogo uma vez mais, ganhando duelos sucessivamente. Aliás, o Benfica com a sua entrada em campo chegou-se alguns metros mais à frente pela capacidade de ganhar mais duelos à defensiva da Académica. A sua rapidez ainda valeu um amarelo a um defesa da Académica.

Ramires (6) - Entrou e cumpriu com o que havia para fazer. Um luxo ter um jogador destes no banco.

0 comentários:

Publicar um comentário