Popular Posts

segunda-feira, 19 de abril de 2010

JOGO EM CHAMAS Académica - Benfica 27ª jornada




Académica de Coimbra 2 - 3 Sport Lisboa e Benfica


27ª jornada

05 - 04 - 2010



Crónica:

Jogo de grande importância em Coimbra, sobretudo depois da vitória do Braga na véspera. Uma vitória escancarava as portas do título para o Benfica, e por isso Jesus deu claramente um sinal à equipa para se atirar raivosamente à vitória desde o início do jogo. Apresentou Weldon no lugar do ainda lesionado Saviola, Aimar a 10 e Sidnei no lugar de Luisão, jogando ainda Ruben Amorim no meio campo, no lugar de Ramires, e Maxi Pereira a lateral direito.

O Benfica entrou fortíssimo no jogo, conseguindo nos dois primeiros minutos vários cantos e lançamentos juntos à área da Académica, conseguindo num desses lances marcar o primeiro golo da partida por Weldon. O Benfica entrava a ganhar num desafio de máxima importância, e respondia muito cedo ao entusiástico apoio dos milhares de benfiquistas que quase encheram o Municipal de Coimbra.

A equipa manteve o domínio no encontro, tentando sempre chegar-se o máximo possível à frente. A pressão que Weldon exerceu sobre Rui Nereu, e que quase redundou no segundo do Benfica, é um exemplo da grande pressão encarnada. O meio campo encostou-se muito aos dois avançados, sempre com a ajuda dos laterais Maxi e Coentrão que aproveitaram sempre que possível para por em sentido a defensiva da Académica. Apesar do domínio, só a espaços o Benfica foi conseguindo encontrar espaços na bem organizada defesa adversária.


A Académica, contra a corrente do jogo, acabou por marcar o empate, e com isso desorganizou um pouco o jogo benfiquista. Seguiu-se uma fase de jogo algo confusa, com perdas de bola de parte a parte em fases iniciais de construção, mas Weldon voltou a aparecer na partida após uma jogada fabulosa de Di Maria pela esquerda, e repôs a vantagem encarnada ainda antes do intervalo.

Na segunda parte viu-se um jogo mais repartido, com a Académica a tentar claramente subir no terreno, mas impedida por um Benfica cujo meio campo, defensivamente, estava a dar cartas. No ataque a exuberância foi menor, e só quando Martins (entrado entretanto para o lugar de Cardozo) e Aimar se começaram a entender quanto aos espaços que cada um devia ocupar, é que o Benfica voltou a ser mais acutilante, quase sempre com Di Maria em destaque. Kardec entrou depois para o lugar de Weldon, e o Benfica encostou-se novamente à baliza de Rui Nereu.

Após mais uma boa jogada de Di Maria, Ruben Amorim rematou para o 3º golo, da tranquilidade, incendiando de novo o Municipal de Coimbra que registou sempre um bom ambiente, claramente a cheirar a título. Quim ainda teve tempo para deixar a sua marca no jogo e promover quase 10 minutos de intranquilidade, ao deixar entrar o 2º golo da Académica num lance em que, em condições normais, tinha tido tudo para fazer morrer o lance. No entanto o Benfica segurou bem o jogo, e acabou mesmo por conquistar os três pontos.

Gostaria de destacar a exibição de Fábio Coentrão, para mim e a seguir a Di Maria (afinal de contas, duas assistências no jogo) foi o melhor em campo, realizando uma exibição monumental. Fantástico a defender, não deu um milímetro aos seus adversários e foi sempre melhor na antecipação e na garra, lançando-se sempre com grande pulmão para o contra-golpe a uma velocidade alucinante. Só Di Maria o superou, sendo absolutamente decisivo nesta vitória, assinando uma exibição que ainda deu para falhar de forma escandalosa um golo certo no reatar da partida após o intervalo.

Pareceu-me que a dupla de centrais hoje não esteve bem defensivamente. Apesar de David Luiz defensivamente ter feito um bom jogo, creio ter visto algumas hesitações entre ele e Sidnei, quiçá por falta de rotinas. Qualquer um dos dois abusou também de passes à queima para os seus colegas, se bem que neste particular o rei David melhorou imenso na segunda parte. Javi fez uma exibição regular, parece-me um pouco em baixo de forma, e Cardozo também não esteve muito em jogo. Pareceu claramente debilitado, e a substituição foi natural.

Pablo Aimar fez uma primeira parte em bom nível, importante na sua posse de bola e rápido na transição. Na segunda parte apareceu menos inspirado, mas ainda assim cumpriu. Amorim fez um óptimo jogo, na linha dos que vem fazendo sempre que alinha no meio campo, e marcou um golo fulcral, tal como os dois de Weldon, a provar novamente ser uma arma importante neste plantel. Todos os seus golos neste campeonato valeram pontos, e mostra-se muito objectivo na altura de encarar a baliza adversária. Fantástico!

Um final de tarde fantástico na cidade dos estudantes, com três pontos que a meu ver quase garantem o título. O Benfica basta vencer um dos seus dois jogos caseiros e empatar o outro, e é campeão. O que parece quase certo nesta fase. Parece estar por dias a maior festa que Portugal já viu nos últimos anos!



Resumo do jogo (com som ambiente) :



Relatos golos :

Académica 0 - 1 Benfica Weldon  3m


Académica 1 - 2 Benfica Weldon  41m



Académica 1 - 3 Ruben Amorim m



fotos do jogo







































capas dos jornais ( aguardando )


jogo completo 

1 comentários:

Grande recepção ao Glorioso Benfica em Coimbra. Mais uma vez os adeptos foram gloriosos e empurraram o Benfica para a vitória.

A grande conquista está perto, cada vez mais perto… é preciso encher a Luz no sábado e vencer o Olhanense.

Força Benfica, Força Benfiquistas!!!

Carrega Benfica!!!

http://magalhaes-sad-slb.blogs.sapo.pt/

Publicar um comentário